domingo, 17 de maio de 2009

Lewis Shiner


Lewis Shiner (30 de Dezembro de 1950) nasceu em Eugene, Oregon (EUA) e iniciou sua carreira de escritor em 1977.

É autor de relatos dos mais diversos gêneros - mistério, fantasia, terror, porém foi na Ficção Científica que ganhou reconhecimento a partir do lançamento de seu livro Frontera (1984), identificado com o estilo ciberpunk.

Vários livros seus tem o rock como tema, como por exemplo Slam (1990), que trata da cultura anarquista e está imerso em punk rock.

O trabalho de Shiner é também marcado por sua miniciosa investigação e meticulosa e fria construção. De prosa vigorosa e densa, mostra influências de outros escritores, como Elmore Leonard e Robert Stone.

Filho de um antropólogo, Shiner detêm excelente conhecimentos de filosofias como o Zen e de arquétipos místicos. É capaz tanto de vôos de fantasia, quanto o realismo mais voltado para preocupações geopolíticas.

Em Julho de 2007, Shiner lançou o site Fiction Liberation Front (FLF) para publicação online de seus contos.


Lewis Shiner ( Americans, Black & White, Brujo, Buyn'my heartaches a beer, Cabracan, Castles made of sand, Deep withou pity, Dirty work, Fear itself, Flagstaff, Fractal geometry, Gentle Rain, Gold, Golfind Vietnam, Jeff Beck, Kings of the afternoon, Lizard Men of Los Angeles, Love in van, Mark the bunny, Match, Nine hard questions about the nature of the Universe, Prodigal Son, Promises, Rebels, Sitcom, Soldier, Sailor, Steam Engine Time, Sticks, Stoked, Stompin'at Savoy, Straws, Stuf of Dreams, The apparittion, The circle, The killing Season, The long Ride out, The tale of mark the bunny, The war at home, Till humans voices wake us, Tommy and Talking Dog, Twilight Time, You never know ) [ Download ]