quarta-feira, 6 de maio de 2009

A metrópole e o triunfo distópico — a cidade como útero necrosado na ficção cyberpunk


[...A questão do espaço urbano tem sido apontada como central na ficção científica e, em um de seus subgêneros, o ciberpunk. A figura da metrópole urbana, apresentada como caótica, sombria, poluída e desorganizada em sua arquitetura gigantesca e claustrofóbica, aparece em diversas obras e tem suas origens no imaginário do romantismo gótico4 em que os autores decadentistas se inspiraram para buscar a atmosfera de pavor através das construções e edifícios, com o intuito de produzir um efeito no leitor. A cidade torna-se um palco no qual acontece a ação das obras (literárias, cinematográficas, etc). Ela sofre constantes transformações, rupturas e também continuidades ao longo dos séculos e durante os distintos períodos da FC, até chegar, no domínio do cyberpunk...]

A metrópole e o triunfo distópico - Adriana Amaral [ Download ]

Adriana Amaral - Professora e pesquisadora do Mestrado em Comunicação e Linguagens da Universidade Tuiuti do Paraná. Doutora em Comunicação Social pelo PPGCOM/ PUCRS.
Weblog: <www.palavrasecoisas.blogspot.com>