terça-feira, 27 de setembro de 2011

Japanese Science Fiction: A view of a changing society



Prefácio do Editor

De quase imperceptivelmente durante a década de 1980, o Japão tornou-se notícia nas décadas seguintes.
O sucesso da economia japonesa e da engenhosidade do seu povo têm sido amplamente apreciados no exterior.

O que é novo é a consciência de seu impacto cada vez maior no mundo exterior. Isso tende a produzir um ajuste de reações desconfortáveis. Também muitas vezes leva a estereótipos baseados em informações desatualizadas ou preconceitos.

A Nissan Institute/Routledge visa favorecer uma compreensão atual e equilibrada, mas não acrítica, do Japão. Um dos objetivos da série é mostrar a profundidade e a variedade de práticas e idéias japonesas.
Outro é, usando de comparação, ver que lições, positivas e negativas, podem servir para outros países.

Há muitos aspectos do Japão que são pouco conhecidos fora desse país, mas que merecem ser melhor compreendidos.

Uma maneira fascinante de estudar um povo é estudá-lo através das suas próprias fantasias, de sua literatura.
A ficção científica, como no Japão e em outros lugares, destina-se principalmente ao entretenimento, mas consegue revelar muito sobre ansiedades nacionais, preocupações, traumas e aspirações.

A ficção científica japonesa é pouco conhecida no Ocidente, em grande parte, sem dúvida, porque pouco dela tem sido traduzida para o inglês e outras línguas ocidentais.

Neste amplo e sensível livro, o autor introduz ao leitor ocidental o trabalho de escritores de ficção científica que transmitem muito sobre a mente do Japão, a psique coletiva de uma nação submetida aos horrores da bomba atômica, a viver sob pressão em um ambiente altamente tecnológico coletivista, sem quase nenhum recurso natural, e a residir em condições superlotadas e de se submeter à ameaça sempre presente de
tufões, terremotos e incêndios.

Além do interesse sociológico, o autor também mostra que os escritores de ficção científica japonesa são capazes de contar boas histórias.





Contents

General editor’s preface 
Author’s preface 
Introduction 

Part One The origins of Japanese science fiction

1 The beginnings 

2 The period of development 

Part Two The concerns of a changing society

3 The jaded Japanese

4 Advertising and the media 

5 Economics and commerce 

Money
Competition and the drive for success
International aspects of Japanese commercialism 
Motivation of companies 
The insurance industry 

6 Human concerns and values 

Warnings against materialism 
Pollution and conservation 
Animal training and experiments 

7 Consciousness of generational change 

Generational changes in attitudes towards the work ethic
Intergenerational relations 
The upbringing of the young 

8 Sex 

Part Three Matters of the mind and spirit

9 Moral values, ethics, and religious beliefs 

Japanese gods 
The limitation of divine powers 
Pragmatism 
Western religious influences in Japanese science fiction
References to Buddhism

10 The psyche, perception, and emotion 

Psychological stress 
Personality and perception 
Human desires and emotions 
Restraints 

Part Four The consequences of change

11 Some socio-psychological considerations 

Fear of excessive regimentation
Alienation

12 Post-war political and politico-moral attitudes 

13 War and the bomb 

14 International relations and future directions

Notes and references 
Index  



Japanese Science Fiction: A view of a changing society [ Download ]