sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Voyage to the Prehistoric Planet



Um dos casos mais grotescos do cinema do século passado, “Voyage to the Prehistoric Planet”  de 1965, foi mais um produto da ganância de Roger Corman, que adquiria filmes a baixo custo para adaptá-los ao mercado americano, retalhando-os à sua vontade.

Originalmente produzido na União Soviética como "Planeta Blur" (Planeta das Tempestades) teve a maior parte de seus créditos preenchidos por falsos atores, já que os verdadeiros não foram creditados, assim como o verdadeiro diretor Pavel Klushantsev.

A remontagem coube a Curtis Harrington que filmou cenas extras com Basil Rathbone e outros atores americanos, porém, 90% do filme permanece original e em algumas cenas pode-se ver caracteres russos. Esta porcentagem explica por que "Viagem ao Planeta Pré-Histórico" pode ser considerado um dos filmes de ficção científica mais interessantes da década de 60, já que o filme em si é muito bem feito e tem excelentes efeitos especiais.




Em 2020, após a colonização da Lua, as naves Vega, Sirius e Capella são lançadas a partir da Estação Lunar-7, com a missão de explorar Vênus sob o comando do Professor Hartman. Em Vênus eles são atacados por animais pré-históricos e os membros restantes da expedição tentam de todas as maneiras, sobreviver àquele planeta hostil.

Assista !