segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

Uma odisséia sobre o espaço


Dourado é o sol a clarear
No azul do céu, estende o véu, isso é Tijuca
Chegou, na cauda do cometa, o pavão
E a minha estrela foi buscar na imensidão
Cruzou o céu no limiar do infinito
O meu Borel visto de cima é mais bonito
Eu vou alçar ao espaço
Cavaleiro alado a desvendar
Além das estrelas o monte de Zeus
Horizonte de meu Deus, Oxalá



Vai Tijuca, me faz delirar
A essência vem de lá
Da ciência à navegação
Luar que embala meu sonhos
Luar de qualquer estação



Eu vi brilhar, em seu olhar, a devoção
A lenda do guerreiro e o dragão
O despertar da fantasia
Vi também a criança em seu carrossel
De heróis das estrelas, um céu
De mistérios e magia
Na tela, tantas jornadas pelos astros
Quem dera poder viver em pleno espaço
Vejo em minha lente a imagem sideral
Viagem do meu Carnaval



A nave vai pousar
E conquistar seu coração
O dia vai chegar
Quando brilhar nossa constelação


Enredo Tijuca 2009: "Uma odisséia sobre o espaço"
Carnavalesco: Luiz Carlos Bruno
Intérprete oficial: Bruno Ribas
Compositores: Julio Alves e Totonho