quarta-feira, 20 de maio de 2009

A Ficção Científica no Brasil nas décadas de 60 e 70 e Fausto Cunha



Introdução
Capítulo 1
1.0. Genealogia e a conceituação do gênero literário: Ficção Científica
1.1. Antecedentes históricos e genealogia
1.2. Isaac Asimov
1.3. Arthur Clarke
1.4. Conceituação – nossa concepção
1.5. A genealogia de F.C e seus problemas
1.6. A F.C. e a construção da narrativa (verossimilhança)
1.7. A relação da S.F. com outros gêneros literários
1.8. A F.C. e a influência norte-americana – space opera
1.9. A F.C. em outros países e o mercado editorial (pulp magazines)
1.10. Ficção Científica e Literatura de Ficção Científica
1.11. A S.F e a Literatura Fantástica
1.12. Ideologia e Ficção Científica
1.13. A Ficção Científica e o tempo
1.14. A Ficção Científica e sexualidade, robot
1.1.5. Ficção Científica e Mito
1.16. Tempo, espaço e personagens na S.F
1.17. Classificação das histórias

Capítulo 2
2.1. Panorama histórico do Brasil
2.2. A Ficção Científica Brasileira
2.3. A F.C. em o Presidente Negro
2.4. A Literatura de S.F. no Brasil – produção literária

Capítulo 3
3.1. A F.C. no Brasil nas décadas de 60 e 70
3.2. A S.F. e Fausto Cunha
3.3. A influência da S.F. em minha vida
3.4. Análise das obras de Fausto Cunha
3.4.1. As noites marcianas
3.4.1.2. Regresso-resumo
3.4.1.2.1. Análise do conto Regresso
3.4.1.3. O dia que já passou – resumo
3.4.1.3.1. Análise do conto O dia que já passou
3.4.1.4. O Lobo do espaço – resumo
3.4.1.4.1. Análise do conto O Lobo do espaço
Conclusão



A FC no Brasil nas décadas de 60 e 70&Fausto Cunha - Edivaldo Marcondes Leonardo
[ Download ]

Dissertação apresentada ao Curso de História e Teoria Literária da Universidade Estadual de Campinas como requisito parcial para obtenção do título de Mestre em História e Teoria Literária.