segunda-feira, 28 de março de 2011

Spock


Não basta ser sincero / ter caráter, ser honesto / Gotta work, like Kirk e o Vulcano / Oh meu Deus, quanta luta, quanta luta (Spoc, Pato Fu)


O Capacitor Fantástico não poderia deixar passar em branco, uma data tão especial, o aniversário de 80 anos do ator Leonard Simon Nimoy (26/03/1931), que eternizou o senhor Spock de Star Trek (Jornadas nas Estrelas), e que em 2010 anunciou sua aposentadoria como ator.

Nascido em Boston, Massachusetts (EUA), filho de judeus ortodoxos imigrantes de Iziaslav (Ucrânia). Seu pai era dono de uma barbearia e sua mãe era uma dona de casa.

Começou a atuar aos oito anos de idade no teatro do bairro. Seus pais queriam que ele entrasse para a faculdade e seguisse uma carreira estável, mas seu avô incentivou-o a se tornar um ator. Estudou teatro e fotografia e mais tarde obteve mestrado em Educação e um doutorado honorário.

Após dar baixa nas forças armadas (sargento do exército americano), fez diversas pontas em filmes B e séries para TV ao longo dos anos 60, como Dragnet, Twilight Zone, Bonanza, James West, Os Intocáveis, The Eleventh Hour, Combate!, Perry Mason, The Outer Limits, The Virginian e Get Smart. (A dupla Nimoy e William Shatner trabalhou junto pela primeira vez em um episódio de The Man from UNCLE, e com DeForest Kelley, em um episódio em The Virginian).

Nimoy já era 'figurinha carimbada' quando foi chamado para contracenar com Shatner, desta vez na série que o tornaria mundialmente famoso, e pela qual Nimoy ganhou três indicações ao Emmy.

Com o cancelamento da série (que não fora tão bem sucedida comercialmente na época), Nimoy voltou a fazer pontas na TV, sem grande sorte. Somente no final dos anos 70, quando Star Trek voltou a ser reprisada na televisão americana, uma legião de fãs transformou-a em um fenômeno cult e Nimoy pode voltar em grande estilo, e o resto todos já sabem... 


 

Parabéns Leonard Nimoy! Uma vida longa e próspera para você!
 




[...]

QUASE TRINTA ANOS atrás, um grupo de visitantes chegou ao set de filmagem de Star Trek, algo que os atores estavam bastante habituados. Mas naquele dia, algo incomum aconteceu. Um dos convidados, uma mulher de olhos sonhadores, veio até mim, durante uma pausa nas filmagens e apresentou-se. Em seguida ela revelou algumas informações que me deixaram completamente surpreso:

"Eu represento um grupo de pessoas no Novo México, que estão em contato com uma inteligência alienígena", ela me disse sinceramente. "Você pode não estar ciente da importância do trabalho que está fazendo. Você foi escolhido, em um sentido metafísico, para abrigar a entidade alienígena chamada Spock".

Não me lembro exatamente o que eu respondi, mas fiquei impressionado com a intensidade de sua crença.
E como reprimi meu ceticismo, educadamente perguntei por que esses seres estavam tão preocupados com estabelecer contato, e ela passou a explicar que "o propósito" de Spock era preparar a humanidade positivamente para um contato real com vida alienígena. Afinal, a ficção científica na época retratava extraterrestres negativamente, com monstros de olhos esbugalhados, estereotipados, empenhados em conquistar a Terra.

Soa fantástico, não é? Talvez eu seja imprudente em admitir isso. Imaginem as manchetes dos tablóides:

ALIENS CONTRATAM ATOR DE SÉRIE DE TV DE FICÇÃO CIENTÍFICA

Agradeci-lhe e voltei a trabalhar. Spock havia se tornado um ímã para esse tipo de coisa [... ]


I am Spock - Leonard Nimoy [ Download ]