terça-feira, 24 de novembro de 2009

As duas primeiras obras brasileiras de Ficção Científica

As duas primeiras obras de ficção científica escritas por brasileiros foram publicadas como folhetins.





A primeira, inacabada, intitula-se Páginas da História do Brasil Escrita no Ano de 2000.

Mais conhecida como As Páginas do Ano de 2000 (1868-72),, teve como autor o historiador, romancista e senador Joaquim Felício dos Santos (1828-1895), responsável pela divulgação da história e pela consolidação do mito de Chica da Silva, em seu livro Memórias do Distrito Diamantino (1868).

Nesse mesmo ano saiu o primeiro capítulo das Páginas no jornal Jequitinhonha, da cidade mineira de Diamantina. Publicação republicana de propriedade do próprio Joaquim Felício dos Santos, abrigou o folhetim de forma descontínua, até 1872.

Mais do que fazer literatura, Joaquim Felício visava criticar o imperador D. Pedro II com os lances surpreendentes de sua história. Segundo um artigo de Braulio Tavares publicado no jornal O Estado de São Paulo de 29 de julho de 2000, a trama centrava-se na viagem do imperador para o futuro.
O médium Tsherepanoff, baseando-se em estudos da “neuripnologia”, consegue transportar D. Pedro II para o dia 1º de janeiro de 2000. Algumas surpresas reservadas ao (ex-)imperador:

A capital do Brasil é a cidade mineira de Guaicuí, com 2 milhões de habitantes.
A ex-capital, o Rio de Janeiro, conta com apenas 12 mil habitantes.
O Brasil é um país republicano, com 122 Estados e 142 milhões de habitantes.
As principais monarquias da época de Pedro II (China, Inglaterra e Rússia) também se tornaram repúblicas. A China, justamente no dia da chegada do imperador ao futuro. O folhetim foi descoberto por Alexandre Eulálio, que o publicou na Revista do Livro da Biblioteca Nacional, no número 6, de junho de 1957 (pp. 103-175).





O Doutor Benignus(1875), de Zaluar, a segunda obra de ficção científica brasileira foi também o primeiro romance científico brasileiro e saiu no formato de livro em 1875, em dois volumes, três anos depois do final da publicação de As Páginas do Ano 2000. Seu autor é Augusto Emilio Zaluar, jornalista e escritor português (1826) naturalizado brasileiro (1856). O Doutor Benignus foi publicado inicialmente em capítulos no jornal Globo.

A história relata uma fictícia expedição científica pelo interior do Brasil, motivada por uma misteriosa mensagem indígena que sugere haver habitantes no Sol. O Doutor Benignus, médico formado e
cientista amador, apaixonado especialmente pela ciências naturais (os pés na terra) e pela Astronomia (a cabeça nas estrelas), parte então com mais de 20 acompanhantes, à procura da solução do mistério e também em busca de um inglês capturado por indígenas, pai de um dos companheiros de jornada.


As duas primeiras obras brasileiras de Ficção Científica
Conteúdo
1. As Páginas do Ano de 2000 (1868-72), de Felício dos Santos.
Lenda da cayaca
2. O Doutor Benignus, de Zaluar (1875) – apresentação
3. O Doutor Benignus: Resumo da obra
Capítulo I – Resolução Singular
Capítulo II – Banquete Egipcíaco
Capítulo III – Carta do Dr. Benignus ao Sr. Camilo Flammarion
Capítulo IV – Um Verdadeiro Filósofo
Capítulo V – Dentro da Mata Virgem
Capítulo VI – As Cidades do Povo Tanajura
Capítulo VII – A Pora
Capítulo VIII – Preparativos de Viagem 
Capítulo IX – Mãe e Filhos Capítulo X – Consórcios com as Estrelas
Capítulo XI – A Caminho
Capítulo XII – O Primeiro Pouso
Capítulo XIII – Os Campos de Minas Gerais
Capítulo XIV – O Ouro e o Ferro 
Capítulo XV – O Dr. Lund
Capítulo XVI – Estrelas Cadentes
Capítulo XVII – Tempestade em uma Floresta
Capítulo XVIII – Deus! Capítulo XIX – Em Uberaba 
Capítulo XX – Quarenta Léguas 
Capítulo XXI – Santa Rita de Paranaíba
Capítulo XXII – O Tigre Preto
Capítulo XXIII – Enterro na Caverna
Capítulo XXIV – Primeiras observações 
Capítulo XXV – Heroísmo de Jaime River
Capítulo XXVI – Teorias Fisiológicas de Katini
Capítulo XXVII – As Manchas do Sol 
Capítulo XXVIII – Goiás
Capítulo XXIX – Jurupensém  Capítulo XXX – A Queda de um Aerólito
Capítulo XXXI – Habitante Imaginário dos Espaços Interplanetários
Capítulo XXXII – Embarque em Leopoldina
Capítulo XXXIII – Na Foz do Tapirapé
Capítulo XXXIV – O Chefe Koinaman
Capítulo XXXV – Viagem Aérea
Capítulo XXXVI – Condições de Resgate
Capítulo XXXVII – Conclusão Referência

As duas primeiras obras brasileiras de Ficção Científica
Apresentação e resumo das obras de Joaquim Felício dos Santos e Augusto Emilio Zaluar de Sérgio Barcellos Ximenes. (Ler ) [ Download ]