domingo, 22 de novembro de 2009

Theodore Sturgeon



Edward Hamilton Waldo (26 de fevereiro de 1918 - 8 de maio de 1985) nasceu em Staten Island, Nova York (EUA).

Em 1929, depois de um divórcio, sua mãe casou-se com William Sturgeon, e Edward mudou seu nome para Theodore, para melhor para combinar com seu apelido, "Ted".

Aos vinte anos vendeu seu primeiro trabalho para um jornal, mas somente um ano depois, passaria a dedicar-se a Ficção Científica, gênero que o consagrou como escritor. Theodore escrevia pequenos contos, com que conseguia alguma remuneração e reconhecimento popular, principalmente através das revistas populares como a Astounding Science Fiction. Por um tempo, utilizaria o pseudônimo "E. Waldo Hunter", conseguindo assim, vender dois trabalhos para uma mesma edição, como se fosse de autores diferentes.

A prosa de Sturgeon é marcada pela qualidade poética e uma elegância estilística.

Sturgeon escrevia também para televisão. São dele os roteiros para os episódios "Shore Leave" (1966) e "Amok Time" (1967) de Star Trek, a série original. Este último em especial, ficou famoso pelo ritual de acasalamento Vulcano (Pon farr). Vários episódios de Star Trek escritos por ele, nunca foram produzidos.

Apesar de marcar presença em muitas antologias de FC (no auge de sua popularidade na década de 1950 ele foi o autor vivo com o maior número de participações em antologias), e também ser bastante respeitado pelos críticos da época, Sturgeon é pouco conhecido do público e ganhou relativamente poucos prêmios.

Foi considerado uma influência primordial de escritores mais famosos, como Bradbury e Vonnegut.
Vonnegut inclusive declarou que seu personagem Kilgore Trout, foi baseado em Theodore Sturgeon, e John Clute escreveu sobre ele: "Sua influência sobre escritores como Harlan Ellison e Samuel R. Delany foi seminal."

Sturgeon foi responsável por adágios como: "Nada é absolutamente sempre assim."
E a chamada Lei de Sturgeon: "Noventa por cento de tudo que é produzido é lixo."

Corolário 1: "A existência de imensas quantidades de lixo na ficção científica é admitida e é lamentável, mas não é mais anormal do que a existência de lixo em qualquer lugar."

Corolário 2: "A melhor ficção científica é tão boa quanto a melhor ficção em qualquer campo."
 

Theodore Sturgeon ( Cuerpo divino, The synthetic man, Some of your blood, Voyage to the bottom of the sea, Venux plus X, The stars are the styx, The sky was full of ships, The skills of Xanadu, The sex opposite, The perfect host, The man who lost the sea, The girl had guts, The dreaming jewels, That low, Slow sculpture, Shottle Bop, Poker face, More than human, Microscomic God, La navaja de Occam, Killdozer, It's you, Fluffy, Ether Breather, El monstruo, Sombras chinescas, Y atrapar al unicornio, Y ahora las noticias, Violacion Cosmica, Un plato de soledad, Un camino a casa, Regreso, Prodigio, Nuevamente Sturgeon, Los ninos del apacible comediante, La fuente del unicornio, Extrapolacion, El tio fremmis, El mundo bien perdido, El Hurkle es un animal feliz, El hombre que aprendio a amar, El esquema de Dorne, El cuisco, el cuasco y Boff, El corazon, Cuando ha interes, cuand hay amor ) [ Download ]