domingo, 10 de abril de 2011

Robert Louis Stevenson


Robert Louis Balfour Stevenson (13 de novembro, 1850 - 03 de dezembro de 1894) nasceu em Howard Place, Edinburgh (Escócia).

Romancista, ensaísta, poeta, escreveu romances de aventura, romance e terror de considerável profundidade psicológica e que continuaram com certa popularidade por muito tempo após sua morte, através de livros e filmes.

Filho de um engenheiro civil, Stevenson sofreu desde a infância devido a fragilidade de sua saúde - quase morreu aos oito anos de febre gástrica.

Bem cedo mostrou uma grande disposição para escrever, mas seus problemas de saúde impediram a sua aprendizagem na escola. Costumava acompanhar o pai em suas visitas oficiais ao faróis da costa da Escócia e em viagens mais longas, acostumando-se assim desde início a viajar.

Conforme sua saúde melhorava, esperava-se que ele seguisse a profissão da família, na engenharia civil, e em 1868 Stevenson foi para Anstruther e depois para Wick estudar.

Seu dom com as palavras já haviam se manifestado e recebeu uma medalha de prata da Sociedade de Artes de Edimburgo por um artigo sugerindo melhorias no farol principal. Mas muito antes disso, ele tinha começado como um autor. Sua primeira publicação, o panfleto anónimo da Pentland Rising, tinha aparecido em 1866.

Aos dezoito anos abandonou o nome de batismo e passou a assinar Robert Louis.
Estar ao ar livre na vida de engenheiro forçava sua resistência física em demasia, e em 1871 foi estudar e trabalhar num escritório em Edimburgo. Entre paredes agora tinha tempo para dedicar-se aos artigos, contos e fantasias que enviava para vários jornais e revistas.

Em Fontainebleau em 1876 Stevenson conheceu um americana, Sra. Osbourne, a mulher que depois se tornaria sua esposa. Casaram-se e Stevenson resolveu experimentar a vida na América, mais propriamente São Francisco. A experiência de viver no oeste americano não lhe favoreceu de forma alguma e no outono ele retornou para a Escócia, com sua esposa e enteado, para a casa de seus pais em Edimburgo. Seu estado de saúde continua a ser muito preocupante. Ele passou os meses de verão na Escócia, escrevendo artigos, poemas, e, sobretudo, o seu primeiro romance, 'The Sea-Cook', posteriormente conhecida como 'A Ilha do Tesouro'.

O romance comovente e inspirador foi bem recebido e tornou Stevenson popular. Ele planejava uma grande quantidade de trabalho, mas seus planos foram frustrados em janeiro de 1884 pelo sério agravamento de sua saúde, um ataque seguido de prostração longa e incapacidade para o trabalho, e por surtos continuos. Em julho daquele ano, foi levado para a Inglaterra, em Bournemouth. Em 1885 ele publicou, o seu volume de poemas, 'A Child's Garden' e uma história 'O ladrão de corpos'. Apesar de seu estado, seu estilo alcançara seu auge.

No início de 1886 ele atingiria o gosto do público com precisão em seu conto 'O Estranho Caso do Dr. Jekyll e Mr. Hyde'. No verão do mesmo ano, publicou 'Kidnapped', que tinha sido escrito em Bournemouth. No entanto, o que se seguiu foi um período de prostração física tão grande, que 1886 e 1887 foram os anos menos produtivos da vida de Stevenson. Em julho de 1887, ele publicou seu livro de poemas líricos chamado 'Underwood', logo após o falecimento de seu pai.  Os laços que o prendiam à Inglaterra estavam rompidos. Determinado a recomeçar, vendeu sua casa em Bournemouth e com a mãe, esposa e enteado, mudaram-se para Nova York.

Ele nunca voltaria a por os pés na Europa novamente. Decidira buscar pela saúde viajando pelos trópicos. Stevenson fez várias viagens para o Havaí e se tornou amigo do rei David Kalakaua, com quem passava muito tempo.

Os quatro últimos anos de sua vida inquieta foram gastos em Samoa, tais como nunca tinha apreciado antes e em ambientes singularmente pitorescos. Em Novembro de 1890 fez sua morada em Vailima, onde construiu uma casa pequena de madeira, 500 pés acima do nível do mar. Inesperadamente se tornou um vigoroso empregador de mão de obra, um plantador, acima de tudo um poderoso chefe benigno. Ele reuniu em graus em torno dele "uma espécie de clã feudal e servos" e mergulhou, mais com ardor generoso do que com a frieza do julgamento, na conturbada política do país. Assumiu a causa do rei deposto Mataafa,
e escreveu um livro, Oito Anos de Dificuldades em Samoa (1892), na tentativa de conquistar a simpatia britânica para seus amigos nativos.

No final de sua vida, voltou-se aos romances sobre a Escócia, além de colaborar com autores ingleses e americanos. Em 1894 fora contratado para escrever dois romances, mas não viveu para completar sequer um. Stevenson morreu de hemorragia cerebral em Vailima, Samoa, aos 44 anos. 


Robert Louis Stevenson ( O Médico e o Monstro, Dr. Jekyl and Mr. Hyde, O Clube dos Suicidas, El Diablo en la Botella, A Ilha do Tesouro, La Flecha Negra, O Ladrão de Cadáveres, Tha Art of Writing, The Black Arrow, Tresure Island ) [ Download ]