domingo, 5 de fevereiro de 2012

Tudo que você sempre quis saber sobre Alien




O ROTEIRO ORIGINAL (Starbeast) de Dan O'Bannon (1976)


No roteiro original os personagens (todos unissex) chamavam-se:

Chaz Standard - O capitão, um líder e um político. acredita que qualquer ação é melhor do que nenhuma ação.
Martin Roby - Oficial executivo, cauteloso, mas inteligente (o sobrevivente).
Dell Broussard - O navegador, um aventureiro em busca de glória.
Sandy Melkonis - Oficial de comunicações, intelectual; um romântico.
Cleave Hunter - Engenheiro de mineração, forte e rude, veio para fazer fortuna.
Jay Faust - Técnico de motores, um trabalhador sem imaginação.


SINOPSE

No caminho de volta à Terra, de uma parte distante da galáxia, a tripulação da espaçonave SNARK capta uma transmissão em uma língua estrangeira, proveniente de um planeta nas proximidades.


     A humanidade esperou séculos para entrar em contato com outra forma de vida inteligente no universo, então eles decidem investigar. A transmissão tem origem em uma nave espacial alienígena destruída e abandonada. Dentro eles encontram coisas estranhas, como o esqueleto de um dos viajantes espaciais.



     Certas pistas os levam até uma pirâmide na superfície hostil do planeta, o registro de uma civilização desaparecida. Debaixo desta pirâmide encontram uma antiga tumba cheia de artefatos fantásticos.




Adormecidos no túmulo por séculos estão esporos, que são acionados pela presença dos homens. Um parasita surge e prende-se a face de um dos homens – e não pode ser removido.
     Um exame no computador médico da espaçonave revela que a criatura inseriu um tubo em sua garganta, e que está depositando algo dentro dele. Então é descoberto que o sangue do parasita é um ácido corrosivo que derrete metal - por isso não se atrevem a matá-lo dentro da nave.





Eles vão decolar, mas antes que possam selar-se em animação suspensa para a longa viagem de volta para casa, um pequeno monstro horrível emerge do corpo da vítima - onde estivera crescendo, depositado pelo parasita... e agora ele está solto na nave.
Uma série de aventuras se segue.

Finalmente, há apenas um homem vivo, sozinho a bordo com a criatura, e apenas seis horas até que o ar se esgote, o que leva a um clímax cujo resultado irá determinar quem vai chegar vivo à Terra - homem ou alienígena.



Starbeast - Dan O'Bannon (1976) [ Download ]




O FILME

Com um orçamento de 11 milhões de dólares, arrecadou oito vezes isso somente nos EUA. Devido ao sucesso, Ridley Scott obteve financiamento para seu filme seguinte, Blade Runner.





Indicado para duas categorias, Melhores Efeitos Visuais e Melhor Direção de Arte, o filme ganhou um Oscar de Melhores Efeitos Visuais (atribuído a HR Giger e outras quatro pessoas da equipe).





Como é comum a todos os filmes, Alien teve várias cenas planejadas e não filmadas, ou filmadas e não aproveitadas. Uma que sequer foi filmada, tratava dos relacionamentos da tripulação; romântico, sexual, etc, o que incluiria uma cena de sexo entre Ripley e Dallas. Em outra, Ripley perguntava a Lambert se ela dormiu com Ash (esta foi filmada), e até mesmo a sugestão de um relacionamento amoroso entre Ripley e Lambert.



O ALIEN






O alien utiliza os corpos de suas vítimas como hospedeiros para seus ovos. Para reforçar esta estratégia, uma cena cortada da versão original precisou ser incluída na versão de 2003 ('director's cut' theatrical re-release).  A cena apresenta Ripley entrando na área de carga onde Brett foi morto, e descobrindo Dallas e Brett envoltos por uma espécie de casulo, e Dallas, ainda vivo e consciente, implora: "Mate-me!"




Ripley, em seguida, usa seu lança-chamas misericordiosamente para matar Dallas e Brett.
Esta cena é significativa na medida em que depois nas seqüências, começando com Aliens (1986), seria introduzido o conceito da rainha que põe ovos, em vez das vítimas transformando-se em ovos.




MÃE (Mother) 


 


ORDEM ESPECIAl 937 - Somente para os olhos do Oficial de Ciências.

Nostromo reencaminhada para novas coordenadas.
Investigar formas de vida.
Recolher amostras.
Prioridade Um.
Garantir retorno de organismo para análise.
Todas as outras considerações são secundárias.
Tripulação dispensável.




MU-TH-R 182 - 2,1 terabytes modelo Mainframe IA, ou simplesmente Mãe, o computador de bordo do Nostromo.




USCSS NOSTROMO 180924609


O projeto básico é um Lockheed CM 88B transportador modificado e equipado com uma unidade estelar Yutani T7A NLS. Os motores originais Saturn J3000 foram substituídos por dois Rolls Royce N66 Cyclone com Tunnels Thrust bi-polares de vetoração. Cada usina desenvolve 7 milhões de toneladas de impulso dando um total de impulso em alta de 14,46 milhões de toneladas.




O design do Nostromo é creditado aos  ilustradores Ron Cobb e Chris Foss. Em última análise, são visões altamente orgânicas de Chris Foss.






Ridley Scott fez também suas próprias contribuições ao projeto, bem como, acrescentou a parte da "refinaria-catedral'.







Originalmente batizada de SNARK , posteriormente foi rebatizada como "Nostromo", nome emprestado do livro de mesmo nome, de Joseph Conrad, publicado em 1904, uma história sobre exploração e capitalismo. O módulo de fuga "Narciso" é uma segunda referência a Joseph Conrad, de um romance publicado em 1897 chamado "The Nigger of the Narcissus".
E por fim, em "Aliens", a nave "Sulaco" é também uma homenagem a uma cidade do romance "Nostromo".






Seus paineis internos não poderiam ser mais realísticos, já que são peças retiradas de sucatas de aviões, antigos computadores e equipamentos eletrônicos de verdade.







Grande parte da arquitetura do navio, principalmente seu interior e dos pináculos colossais da estrutura da refinaria, são inspiradas no ambiente das cavernas altamente austrofóbico e também de casas mal-assombradas e castelos dos filmes de terror gótico, como Nosferatu.








RIPLEY





"Este é o reboque comercial Nostromo voltando de Solomons. Número de registro 180924609 chamando Controle de Tráfego Antarctica. Estão me ouvindo? Câmbio."



Ellen Ripley nasceu em 2092 na cidade domo de Olympia, na Lua. Ela teve uma filha, Amanda Ripley MacLaren, e não teve outros descendentes.
Em 2122, Ripley foi empregada como subtenente na Companhia Weyland-Yutani, servindo na USCSS Nostromo, veículo rebocador de minério bruto.
Juntamente com o resto da tripulação, ela foi despertada prematuramente do hipersono, dez meses antes da chegada à Terra, devido a um pedido de socorro recebido da lua LV-426.
Devido aos fatos ocorridos com a liberação de um perigoso alienígena à bordo, Ripley foi a única sobrevivente e responsável pela destruição da Nostromo, após ter escapando em segurança no módulo de sobrevivência Narciso, junto com o gato Jones . Ela esperava ser resgatada dentro de semanas, mas (com o gato Jones), permanece à deriva por 57 anos no hipersono.

A única filha de Ripley, Amanda, morreu com a idade de 66 anos, apenas dois anos antes de Ripley ser encontrada.


Relutante, Ripley (agora tenente) volta a LV-426 com uma equipe dos U.S. Colonial Marines para resgatar os colonos instalados na base Hadley's Hope, e basicamente se torna líder após a maioria dos fuzileiros serem mortos. Ripley escapa com um colono, um marine ferido, a metade de um andróide, e (sem seu conhecimento) com um embrião alienígena em seu organismo.

Ela vai acordar desta vez em Fiorina "Fury" 161, uma refinaria de minério e instalação correcional, onde se sacrifica para impedir que a Companhia Weyland-Yutani coloque suas mãos na rainha alienígena que estava dentro dela.

Vários clones de Ellen Ripley são posteriormente criados pelos militares, com a finalidade de experimentação com o alienígena.


"Ela veio de uma família de pilotos, pessoas neste tipo de negócio. Uma família do espaço, em vez de uma família do exército... Ripley era muito inexperiente, aquele era o maior trabalho que já teve. Ela foi escolhida por causa da inexperiência. No decorrer da história, ela passa a querer somente sobreviver, meio como um animal". disse Sigourney Weaver.



BRETT



"... mas todo mundo ganha mais do que nós."


Brett é descrito no roteiro de Dan O'Bannon como "sem imaginação". Curiosamente, esta descrição permanece até o final do filme, quando Parker, caminhando com Brett para o refeitório, provoca o amigo dizendo: "É por isso que ninguém vem aqui. É por causa de você. Você sabe que não tem nenhuma personalidade."

Embora seja amigo de Parker, Brett é sua antítese, geralmente reservado e monossilábico. Nas cenas de sua morte, excluídas do filme original, as últimas palavras de Brett são o nome de seu único amigo.



PARKER



"Posso terminar meu café? É a única coisa que presta nesta nave."

Parker é o engenheiro-chefe da Nostromo. Ele é um tipo forte, grande e de natureza territorialista. Tem um bom senso de humor, mas é também susceptível a explosões de raiva. No entanto, pode-se argumentar que boa parte de sua bravata mascara uma natureza mais suave. Ele é amigo de Brett, e como este, está interessado em fazer o máximo de dinheiro que puder.



DALLAS




"Quais são as minhas chances?"


O Capitão Dallas quando está fora do hipersono , pode ser encontrado em algum lugar tranquilo da nave, ouvindo a Serenata nº13 de Mozart.
Ele é um líder corajoso e confiável, um homem que só deseja fazer seu trabalho da melhor forma. Tem uma tendência a perder a paciência quando confrontado com situações fora de seu controle, mas não hesita em arriscar sua própria vida para proteger sua tripulação. Na verdade, Dallas é um simpático e atencioso oficial comandante, que quer simplesmente voltar para casa, para a Terra.



LAMBERT



"Onde está a Terra?" 

"Lambert foi quem primeiro expressou temor e quando viu o Alienígena, ela surtou, o que a maioria das pessoas nessa situação faria. Além disso, eu percebi quando eu estava  trabalhando com ela, que esta seria sua última viagem e que estava a caminho de casa. Trabalhei no sentido de que ela tinha tido uma experiência anterior não muito agradável. Quero dizer, todo aquele sangue também não foi muito agradável. O tipo de coisa que a arremessou para um comportamento extremo." disse Veronica Cartwright.



KANE




"Eu me lembro de algo como um sonho horrível, sufocante..."


Como no velho ditado, 'a curiosidade matou o gato' (embora o gato Jones tenha sobrevivido no filme),  a ânsia de descobrir uma forma de vida alienígena provou ser a ruína do oficial executivo Kane,  um homem inteligente mas de caráter aventureiro, o segundo no comando da Nostromo.




ASH




"Uma última palavra. Eu não posso mentir para vocês sobre suas chances, mas...vocês tem a minha simpatia."

O andróide traidor Ash foi uma invenção de David Giler e Hill Walter. Dan O'Bannon foi contra sua inclusão. Ron Shusset disse a respeito: 'Giler e Hill, que eram meus co-produtores vieram com essa idéia [de Ash ser um andróide]. Todo mundo odiou a ideia, mas eu não. O estúdio estava com medo. Dan disse: "Eu não gosto disso." Seu próprio parceiro [Gordon Carroll] disse: "Vai ser um fracasso." Eu disse: "Vamos filmar e ver no que dá." Eu pensei que era um conceito brilhante e deu uma ressonância para tudo que veio antes, porque quando Ash abriu a porta e deixou a criatura vir a bordo, você percebe que ele não era humano, então é claro que ele poderia ter a falta de humanidade de sacrificar todos os seres humanos, desde fora programado para salvar o alienígena.


JONES



 "Aqui gatinho! Aqui gatinho, gatinho! Gatinho maldito. Jones! Jonesinho. Aqui gatinho. Miau! Miau! Jonesinho..."


Embora em momento algum do filme fique explicito que Jones pertença a Ripley,  Ridley Scott comentou em uma entrevista: "Eu acho que se você passa muito tempo no espaço com outras pessoas, a camaradagem desaparece gradualmente, e cada pessoa acaba isolada com os seus próprios pensamentos, suas memórias e preocupações, de onde vieram, para onde estão indo. E portanto, todos os personagens são concebidos como não sendo realmente amigos. Há um tipo de relação fria entre eles e um ponto interessante é que no final do filme Sigourney faz uma coisa extraordinária, que é voltar para salvar o gato. Bem, talvez sua única relação real na nave fosse com o gato."