sexta-feira, 30 de abril de 2010

The Minority Report and Other Classic Stories - Philip K. Dick



Como você sabe que está lendo Philip K. Dick?
Penso, em primeiro lugar no estranhamento. Dick foi e é estranho.

Eu acho que foi isso que me manteve procurando nos catálogos de FC por mais livros dele, à espera de um novo livro por sair.

É comum ouvir-se dizer, "Fulano simplesmente não pensa como as outras pessoas." A respeito de Dick, isso era verdade. Você não pode dizer em suas histórias, o que vai acontecer em seguida. E ainda os seus personagens são aparentemente projetados para serem pessoas normais...

Na verdade, um dos fatores na estranheza de Dick é o cuidado necessário para definir seus personagens no mundo real, um aspecto que outros escritores ignoram.

Até agora tenho, talvez, enfatizado suas esquisitices à custa de seus méritos.

O que mantém você lendo Dick?

Bem, por um lado, a estranheza, como eu disse, mas nela há sempre a atmosfera de luta, de homens tentando desesperadamente obter algo, ou pelo menos se esforçando para entender... Uma grande porcentagem dos heróis de Dick são homens torturados, Dick é especialista em descrever máquinas de desespero.

E outra beleza é a desolação que Dick lhe oferece.(...)
Ele carrega a qualidade da compaixão... a compaixão que nunca aparece frontalmente. É esta qualidade de amor, sempre rapidamente reprimida, que brilha através de suas histórias e que as tornam únicas e inesquecíveis.
James Tiptree, Jr.


Contents
Autofac
Service Call
Captive Market
The Mold of Yancy
The Minority Report
Recall Mechanism
The Unreconstructed M
Explorers We
War Game
If There Were No Benny Cemoli
Novelty Act
Waterspider
What the Dead Men Say
Orpheus With Clay Feet
The Days of Perky Pat
Stand-by
What'll We Do With Ragland Park?
Oh, To Be A Blobel!
Notes


The Minority Report and Other Classic Stories - Philip K. Dick [ Download ]